Joan Miro The ladder of escape Tate Modern exhibition banner

Os trabalhos de Joan Miró chegam a Londres na primeira grande retrospectiva do artista aqui em quase 50 anos. Conhecido como um dos maiores pintores surrealistas, Miró trabalhou em uma rica variedade de estilos, preenchendo suas pinturas com cores exuberantes. Essa é uma oportunidade rara para desfrutar de mais de 150 pinturas, desenhos, esculturas e gravuras de momentos das seis décadas de sua extraordinária carreira.

Miró está entre os mais icônicos artistas modernos, usando uma linguagem de símbolos que reflete sua visão pessoal, sentimento de liberdade e energia. A exibição inclui muitos dos principais trabalhos que nós conhecemos e amamos. E também mostra que, por trás da atraente inocência de suas imagens, encontra-se uma preocupação profunda com a humanidade e um sentido de identidade pessoal e nacional. Trabalhos extraordinários de diferentes momentos de sua carreira celebram suas raízes na sua nativa Catalunha.

A exibição também registra o lado ansioso e politicamente engajado do trabalho de Miró que reflete na sua ardente resposta a um dos mais turbulentos períodos da história européia. Ao trabalhar em Barcelona e Paris, Miró seguiu o estado de espírito da Guerra Civil Espanhola e os primeiros meses da Segunda Guerra Mundial na França. Sob as restrições políticas da Espanha de Franco, Miró permaneceu como um símbolo da cultura internacional e suas grandiosas pinturas abstratas do final dos anos 60 e do começo dos anos 70 se tornaram um marco de resistência e integridade nos últimos anos do regime. Contar a história da vida de Miró e do período que ele testemunhou revela a obscura intensidade em muitos de seus trabalhos.

Essa é exibição imperdível, repleta de pinturas admiráveis, belas e surpreendentes de um dos grandes pintores de arte moderna.